RADIO SABORES DA SERRA

28 de janeiro de 2015

Tá calor


O cantor Danilo Lopes é natural de Assú e fez uma paródia muito engraçada sobre o calor que parece que nos últimos dias está pior. Excelente a paródia e melhor ainda a interpretação do talentoso cantor.

27 de janeiro de 2015

TAXA DA ACADEMIA?

Ouvimos agora no programa Gestão em Foco, brilhantemente apresentado pelo meu amigo Núbio de Mello, uma informação no mínimo interessante. Foi dito que a prefeitura estaria comprando novos equipamentos para a academia ao ar livre. Equipamentos destinados a musculação. Só que a população, a exemplo de outras cidades, teria que "contribuir financeiramente" para a manutenção desses equipamentos. Contribuição financeiro é mais uma TAXA? Isso é sério?

Como disse um amigo meu: melhor transformar logo isso aqui em uma associação de moradores. Tudo vai ser por nossa conta agora é?!

26 de janeiro de 2015

Sensato

Conversando com um eleitor arrependido, ele nos dizia que tinha esperança de Luiz Jairo ser melhor que Jorge Luiz, mas hoje, está vendo que o prefeito tem que fazer muito para empatar com Maristela.

Valeu amigo, sensatez é difícil, mas ainda tem gente que tem!

24 de janeiro de 2015

Três bandas de Axé para o carnaval de Upanema

Nossos amigos filhos de Upanema que moram em Mossoró e, todos os anos aguardam de forma ansiosa a realização do carnaval para brincar em nossa cidade, mandaram dizer que as bandas de Axé que vão tocar esse ano aqui são as seguintes:

AXÉBOM

AXÉGRAÇA

AXÉPOUCO


23 de janeiro de 2015

O carnaval é de todos

Algumas pessoas tentam transformar o carnaval de Upanema em uma festa dos bacuraus, coisa que nem de longe é verdade. A festa é de todos, não tem dono, nem facção política. Querer botar na cabeça do cidadão que só quem estar com raiva da não realização do carnaval são os bacuraus é mais uma artimanha para tentar amenizar a decisão do prefeito. Os verdadeiros foliões de Upanema sabem diferenciar uma coisa da outra, o carnaval é uma festa onde brinca todo tipo de gente. A insatisfação é geral, não tem cor nem partido.

22 de janeiro de 2015

Tem gente ficando tonto

O prefeito Luiz Jairo deixou seus aliados em uma situação constrangedora pelo terceiro ano de administração. No primeiro ano, com a não realização do carnaval, provocou uma reação inesperada de vários eleitores, que foram pegos de surpresa. Mas, tinha acabado de terminar uma eleição, ficaria feio não concordar com o prefeito. Para os que não concordavam com o carnaval, foi um prato cheio. Aí, veio o segundo ano. O prefeito realiza o carnaval. Os favoráveis lavam a alma. Enchem o peito e não tem seca, não folha de pagamento, não tem crise, nem promotor que impeçam a alegria dos mesmos. Os contrários, piu, caladinhos, murchinhos, tiveram que engolir. Esse ano o prefeito deu outra cacetada nos que gostam do carnaval. Tem gente que só Deus sabe como tá sofrendo com essa decisão. Um povo que não pode se manifestar, um povo que meteu o pau em Maristela porque fez um carnaval dentro da realidade financeira da PMU e agora sem carnaval por dois anos vem com a história do prefeito não fazer o carnaval por causa da folha de pagamento. Kkkkkkkk. Por outro lado, os contrários, já escabriados, não têm aquela mesma euforia em comemorar a não realização da festa, pois sabem que no próximo ano o prefeito faz de novo o carnaval. Kkkkk.


O prefeito tá deixando esse povo tonto e eu só observando!

21 de janeiro de 2015

Alternativo para Natal

O nosso amigo Leílson, filho do saudoso Zé de Cocó, está fazendo a linha para a cidade de Natal, todas as segundas, quartas e sextas. O carro saí ás 03:30h daqui de Upanema e deixa o passageiro em qualquer ponto da capital. Ligue 9919-7371 e reserve sua vaga.

Dinheiro tem!

Não sou professor de matemática e também já disse que não gosta de tal matéria. Mas, de vez em quando eu me aventuro nesse mundo dos números por observar que eles, apesar de fazer parte de uma ciência exata, podem ser interpretados de várias formas e servir a interesses diversos.

Olhando a ARRECADAÇÃO (FPM, CID, FUNDEB, ICMS etc) do município de Upanema no período de 01/01/2014 a 21/01/2014, depois comparando com o mesmo período de 2015, observamos que a perda na arrecadação do município é irrisória. Lembrando que essa deve ser a forma de passar para o nobre leitor o que verdadeiramente o município arrecadou, pois o FPM é apenas uma parte do bolo arrecadatório.

Em áreas como o FUNDEB, que é basicamente destinada ao pagamento dos professores, a arrecadação aumentou. Isso mesmo! Em 2014 o município tinha arrecadado R$ 231.288,96 e esse ano, no mesmo período Upanema arrecadou R$ 348.662,59. Um aumento de R$ 117.374,37 somente no dinheiro destinado ao pagamento dos professores que compõem a maior parte do quadro de funcionários. Alguém divulgou isso para os professores?

Mas vamos aprofundar mais os números e vejamos se mesmo com a queda do FPM, o município, o prefeito e seus aliados têm razão em fazer essa choradeira toda, tentando causar medo no funcionalismo e querer justificar a falta de vontade de fazer o carnaval com a queda na arrecadação.
Pela conversa do prefeito e seus aliados, Upanema deve ter perdidos mais de um milhão do ano passado para cá, não é verdade? Agora chutem quanto vocês acham que realmente Upanema perdeu. Para se chegar a esse dado, é preciso ser justo e computar toda a arrecadação do município e não uma só fonte. Juntando todas as fontes de arrecadação e diminuindo os débitos, em 2014 Upanema teve nesse mesmo período, um “lucro” de R$ 991.146,00. Em 2015, no mesmo período, Upanema teve um “lucro” de R$ 990.375,00. Ou seja, R$ 771,00 (setecentos e setenta e um reais) a menos na arrecadação de Upanema, pra uma choradeira que pra alguns parece mais de um milhão.

Agora, vem o principal. Nada, mas absolutamente nada desse dinheiro é usado para o carnaval, como eu já disse em outra postagem. Nem que tivesse caído um milhão, isso interferia na realização de um carnaval se o prefeito não tivesse outras prioridades. Portanto meus amigos, defender o indefensável é impossível.

Agora meu amigo pai de família, minha amiga dona de casa, é justo passar a informação somente do que lhe interessa ou é mais justo informar com dados verdadeiros e assim poder oferecer a oportunidade de tirar um conclusão justa a respeito do verdadeiro motivo do prefeito não fazer o carnaval? Já dizia um ex-prefeito: não faz porque não quer. Dinheiro tem!




20 de janeiro de 2015

Pegadinha do Malandro! Rááá

O programa eleitoral muitas vezes é ignorado pelos ouvintes e eleitores do Brasil inteiro. Mas, na verdade, o programa é uma ótima oportunidade de conhecer as propostas dos candidatos e depois cobrar dos eleitos. Foi o que fez um cidadão ou cidadã de Upanema, que postou esse vídeo que está bombando na net. Ele mostra as propostas do então candidato Luiz Jairo para a área do turismo, tendo como principal bandeira a REVITALIZAÇÃO do carnaval. Pelo visto, o prefeito usou a palavra errada. O certo seria a EXTINÇÃO do carnaval. Veja:

video

19 de janeiro de 2015

Invente outra

A atual administração a cada dia me surpreende mais com a capacidade de imaginar que somos um povo abestalhado, sem conhecimento, que basta dizer o que eles querem que o povo engole. É claro que tem gente que engole mesmo, que pode dar uma surra todo dia que eles dizem que tá bom. Mas, ainda tem aqueles que buscam a verdade.

O prefeito alega esse ano que não vai fazer o carnaval para priorizar o pagamento da folha do funcionalismo. É uma ótima estratégia para ter o funcionalismo a seu favor, afinal, ninguém quer correr o risco de ter seu salário atrasado, não é verdade? Uma informação dessas cria um clima de insegurança, medo, apreensão. Na dúvida, é melhor não realizar o carnaval, pensa o funcionário. Mas, o problema é que o dinheiro para fazer o carnaval é retirado em quase ou em sua totalidade, dos Royalties. Para quem não sabe os recursos dos Royalties não podem ser utilizados para o pagamento do funcionalismo, ou seja, uma coisa não se mistura com a outra. Com o dinheiro dos Royalties o prefeito pode pagar combustível, pagar o aluguel de veículos, limpar fossas e se o prefeito quisesse também podia fazer o carnaval, mas pagar funcionário, não pode.


Portanto, se tem gente com medo de atraso, ou se tem gente que já está atrasado, pode culpar o prefeito mesmo, pois o carnaval não tem nada com o pagamento do funcionalismo. Morda aqui pra ver se sai leite. 

17 de janeiro de 2015

A prioridade é outra minha gente

Infelizmente o prefeito das taxas não me escutou galera. Anunciou que não vai ter carnaval pela segunda vez em três anos. Pelo segundo ano em três de administração o prefeito não vai realizar a nossa maior e mais tradicional festa popular. A desculpa é que ele vai dar prioridade ao pagamento do funcionalismo. Vai que cola!

O prefeito alega a crise, veja o que ele diz:

“No ano passado, a essa altura a prefeitura já tinha o dinheiro do carnaval guardado e por isso realizamos...”. Ok prefeito. Em 2013 ele alegou que pegou a prefeitura quebrada, aí não fez o carnaval. Botou culpa em Maristela. Segundo ele tá dizendo, mesmo pegando uma prefeitura quebrada na época, juntou, guardou e fez o carnaval de 2014. Aí, o prefeito esqueceu de dizer que em 2014 entrou R$ 2.303.483,97 a mais na conta da prefeitura. Quando ele pegou a prefeitura quebrada, ele soube juntar, guardar pra fazer o carnaval. Aí em 2014 que o município passou para o FPM 1.0, que teve o ISS da Delta, ele não soube juntar e guardar pra fazer o carnaval? Como assim prefeito?

Outra coisa que eu fico a me imaginar é se o prefeito foi pego de surpresa, se ninguém avisou, se ele não ler jornal ou blog e viu que a arrecadação do município ia cair esse ano. Será que não era pra ele ter um planejamento e ver que o carnaval de Upanema é um investimento, que movimenta a economia local e é aprovado pela maioria da população, portanto deveria ter se programado para tal momento? Não é assim que deve fazer um verdadeiro gestor não minha gente?

Será que se ele cortasse nas licitações de combustíveis, quando teve época que saltou de 900 mil no período de Maristela para 2 milhões em sua gestão? Será que se ele tivesse evitado alugar uma caminhonete blindada por 150 mil, contratado empresa de limpa fossa por outro valor absurdo, empresa terceirizada de aluguel de veículo, onde sozinha ganhou mais de 700 mil, tendo uma licitação de uma Van por 207 mil, onde o valor de uma nova fica em torno de 120 mil, será que não dava pra sobrar pro carnaval não senhor prefeito?


Pelo que vejo, a opinião de um ex-prefeito é a que vale: Não faz porque não quer. A prioridade é outra!

15 de janeiro de 2015

Telefone sem fio

Um microfone na boca de um irresponsável é pior que uma metralhadora giratória, já dizia um famoso jornalista upanemense.

A afirmação acima serve como parâmetro para o que eu vou contar agora. A entrevista do prefeito Luiz Jairo no último sábado na rádio Liberdade me trouxe a refletir sobre o poder da comunicação. O prefeito, como foi repetido nas redes sociais pela própria imprensa Azul Turquesa, disse que Upanema tinha entrado novamente no CAUC por causa da falta de prestação de contas de um convênio com o Governo Federal no valor de R$ 100.000,00 destinado a realização de shows na FESTA DA PADROEIRA DE UPANEMA. Segundo disse a assessoria, o prefeito estava pedindo ajuda para que a gestão passada, através da Secretaria que eu estava a frente, ajudasse na prestação de contas. Como todos sabem, nunca existiu esse convênio, que se tivesse existido daria pra ter trazido Padre Marcelo Rossi ou Padre Fábio de Melo e, o município estava no CAUC por causa da falta de informações da atual gestão na área da saúde, mas o prefeito disse que tinha sido em virtude da antiga gestão.

Esclarecido isso, hoje duas pessoas diferentes me contaram histórias estarrecedoras para alguns, engraçadas (por enquanto) para mim. Uma, contou que um senhor chegou na cara de pau e disse: O prefeito disse que a justiça mandou um “papel” pra Maristela e Anaximandro, porque eles roubaram 100 mil da prefeitura!  Um senhor de idade, sem muito estudo, apaixonado pelo vermelho, vou perdoar.

A outra história é “pior”. Uma senhora chegou e disse: Tú sabia que Jorge (ex-prefeito) mandou 10 mil pra festa da padroeira por Anaximandro e ele ficou pra ele? Que história é essa mulher? Perguntou a pessoa. Tú não soube não?! O prefeito descobriu na rádio, no programa de sábado, afirmou a inocente.

Vocês estão vendo a capacidade de imaginação das pessoas diante de uma informação inverídica dita por uma autoridade? É claro que o prefeito não disse isso, mas o povo, o apaixonado político fica em transe. Ele pega uma palavra, junta com outra lá na frente, depois volta pro começo, vai na metade e transforma numa história que lhe interessa politicamente, com o respaldo de que foi o prefeito que disse, mesmo ele não tendo dito!

Eu tenho meu blog e minha consciência pra me defender. Tem o mesmo efeito de um peido. Só perturba quem tá perto ou ler. Agora, a palavra do prefeito tem valor, tem credibilidade, temos que respeitar, pois é uma autoridade, né?!. Enquanto isso, a reputação de um cidadão que se exploda.

Eu, por enquanto levo na esportiva, pois tenho minha consciência tranquila. Deus no comando, sempre!


14 de janeiro de 2015

Daqui a um mês começa a festa. Ou não?

No tempo que Upanema tinha carnaval era assim
Daqui a um mês Upanema estará vivendo mais um grande momento de folia e alegria com o início do Carnaval. Quer dizer... Será que teremos carnaval? Alguns dizem que sim, outros dizem que não. Para os otimistas, um carnaval fraquinho é o que teremos. Outros apostam na piada que foi em 2013, ou seja, com um paredão de som. Sinceramente não acredito que o prefeito vá se queimar mais ainda e não realizar a nossa maior festa popular.


Os blocos já pintaram as paredes, organizaram festas e os foliões já juntam dinheiro para pagar os abadás. Não é possível que o prefeito volte a ter crise de insensibilidade e não faça um bom carnaval! Em 2013 arranjaram desculpa em tudo. Culpa de Maristela, culpa da seca, culpa do MP etc. Agora não tem mais desculpa, pois esse é o terceiro ano e o município recebeu de dois milhões de reais a mais no ano passado. Dava pra ter se programado de sobra pra fazer o carnaval desse ano. Portanto, volto a dizer: teremos um grande carnaval. Como aconteceu no ano passado, quando o prefeito me atendeu, acredito que mais uma vez ele vai me ouvir. 

13 de janeiro de 2015

Manda outra galera, essa foi fraquinha!

Não tive o prazer de assistir o programa da PMU no último sábado na rádio Liberdade. Tive que aguardar a imprensa Azul Turquesa se manifestar pelas redes sociais para formalizar uma resposta ao nobre prefeito das taxas sobre um convênio da gestão passada.

Segundo li hoje na imprensa oficial da gestão azulada, o prefeito pediu a colaboração da gestão passada para a prestação de contas de um convênio no valor de R$ 100.000,00 realizado entre a PMU e o Ministério do Turismo para realização de shows na “Festa da Padroeira de Upanema”. Devido à falta de prestação de contas o município estaria no CAUC mais uma vez.

Vamos por partes como diria o estripador.

Com relação à ajuda para a prestação de contas do referido convênio divulgado pela imprensa Azul Turquesa, afirmo sem pestanejar que nem eu, nem ninguém da gestão passada têm condições de prestar contas de uma coisa que nunca existiu. Convênio para shows na FESTA DA PADROEIRA DE UPANEMA? (Os estagiários colocam o prefeito pra passar cada vergonha).

Me digam o número desse convênio, me mostrem o objetivo do mesmo, me mostrem o título do mesmo, me digam quais foram as bandas que tocaram? Kkkkk. Vão fazer o dever de casa meninos! (Nem adianta apagar, já dei o print).

Com relação a entrada do município no CAUC por causa dessa falta de prestação de contas, aí vai pra conta do prefeito o trôco.

Lembram que os blogs do estado disseram que todos os municípios do estado estavam no CAUC e o prefeito foi pro mesmo programa dizer que Upanema não estava? Nosso blog provou que a afirmação do prefeito não estava correta. Na época acreditamos que foi falta de informação do mesmo, de incapacidade de apurar os fatos antes de falar. Agora, vou dizer em letras garrafais: TENHA VERGONHA PREFEITO. Upanema entrou no CAUC por causa da falta de informação no SIOPS (Sistema de Informações sobre Orçamento Público em Saúde) que é do Ministério da Saúde (Inclusive saiu do CAUC somente hoje). Inclusive essa a falta de informações é de sua gestão, não tem nada com o Ministério do Turismo nem gestão passada. E digo mais, se o município está fora do CAUC hoje, então o senhor prefeito não precisou de ajuda para prestar contas do tal convênio. Correto?

Na verdade meus amigos, segundo a imprensa escrita da PMU, o prefeito está utilizando o programa, que é pago com o seu dinheiro, com o meu dinheiro para dizer coisas que não tem fundamento, pra não dizer outra coisa. Ao invés de prestar contas do que faz, preenche o tempo com acusações contra a imprensa oposicionista e as antigas gestões. Típico de quem não tem o que mostrar mesmo.


Manda outra galera, essa foi fraquinha!

Onde foi parar o dinheiro?

Não sou muito bom em Matemática, mas um amigo nosso corrigiu a informação publicada aqui no blog, de que a prefeitura tinha arrecadado um milhão de reais a mais com o aumento do FPM no ano passado. Na verdade foram R$ 2.303.483,97 a mais, com o FPM 1.0. Esse dinheiro não está incluso o ISS da Delta por exemplo, que dar muito mais. Portanto meus amigos, o quadro é preocupante. Me diga, onde foi parar esse dinheiro? Me diga se esse dinheiro fez diferença na vida da população de Upanema, na estrutura do município durante esse ano que passou?

É por isso que eu digo que perdemos mais dois anos e a mudança foi para pior. Upanema nunca teve tanto dinheiro e não vimos nem sentimos esse retorno em benefícios para o povo. Upanema está parada, a economia, o comércio, saúde, a sujeira, a agricultura, as estradas etc. Essa é a realidade.

Se a vida é digna aqui, é só para alguns. Lamentável!



12 de janeiro de 2015

Crise, que crise?

Eu avisei aqui no blog que o discurso do prefeito e aliados agora seria de crise. Pois bem, já começou o chororô. Também começou a “barca” – termo usado para demissões em massa de jogadores em clubes de futebol.

Mas, aí eu pergunto: crise, que crise?

Lembram da gestão Maristela? Esse mesmo povinho que hoje só fala em crise, dizia que a antiga gestão nadava em dinheiro, que não dava aumento aos funcionários porque não queriam e que deveriam demitir os cargos comissionados etc. Passou o tempo e agora quem atira pedra é vidraça. Com um detalhe importantíssimo, Upanema passou um ano com o coeficiente 1.0 e o aumento da arrecadação não se converteu em avanço nenhum para o município. Onde foi parar o aumento de mais de um milhão de reais nos cofres da PMU no ano passado? As mesmas pessoas que diziam que o prefeito tinha guardado, agora dizem desconhecer esse dinheiro.

Se no tempo de Maristela tinha dinheiro, imagine agora que o município teve um aumento considerável na arrecadação do ano passado e não vimos a cor desse dinheiro? Só pode tá guardado! Então não tem motivos pra falar em crise. 

Os cargos comissionados eram tratados como vilões na gestão passada. Eram deles a culpa pela dificuldade com o pagamento da folha e a falta de aumento. Era uma verdadeira caça as bruxas. "Bote os cargos comissionados pra fora que dar pra conceder aumento, implantar o PCCS, etc", esse era o discurso. Agora, pouca gente sabe que na época de Maristela não tinha metade dos cargos comissionados que atual gestão tem ou tinha. Nessa parte a atual gestão está sendo coerente. Eles pediam a cabeça dos cargos comissionados e agora não tiveram dó nem piedade dos mesmos. Quer dizer, de uns e outros não! 

Como explicar para esse povo que eles que sempre votaram, pegaram o beco e quem chegou de última hora continua com seu emprego?Como explicar para um pai de família ou mãe de família que foi demitido, que brigou, que votou no prefeito, que não tem dinheiro e a PMU faz uma licitação para contratar uma caminhonete blindada para o prefeito andar, por um valor que dava pra comprar uma nova? 

Portanto meus amigos, crise, que crise? Tem crise não! Não sou eu que tô dizendo não, foram vocês que disseram e agora vão ter que engolir o vômito.


8 de janeiro de 2015

Juninho é jogado pra escanteio

Em uma conversa amistosa nessa semana, fomos informados por uma fonte de alto coturno no grupo situacionista, que os mesmos estão na busca de um vice do lado oposicionista. Ainda segundo o articulista, o vice estaria numa peinha de nada. Aí perguntei na bucha: quer dizer que o atual vice-prefeito Anízio Jr. não serve mais? A fonte, parou, pensou e disse que quanto mais, melhor.

Há muito tempo eu digo que o vice-prefeito Anízio Jr. está mais queimado que castanha de caju no fogo quente. Queimado junto ao grupo do prefeito. Parte da família já viu isso e rompeu faz tempo, mas Juninho ainda acredita que será parteiro, ou seja, de última hora será o vice.

Causa estranheza a atitude do vice-prefeito em virtude da sua grande experiência política, do grupo político que o acompanha, da capacidade de articulação, ainda viver passando por humilhações dessas.

Anízio Jr. já perdeu a confiança dos bicudos - se é que algum dia confiaram ou o usaram – e poderia encontrar abrigo numa bandeira oposicionista. O comportamento de Anízio Jr. começa a ser comparado com o de Henrique Alves, ou seja, tentando agradar a dois senhores. A Bíblia diz e o povo mostrou que é impossível.


6 de janeiro de 2015

Foliões começam a movimentação de clima de carnaval

O carnaval é só em fevereiro, mas o clima de euforia já começa a tomar conta dos foliões. Muros já estão sendo pintados com as logos dos blocos, festas estão sendo preparadas e a famosa arrecadação para compra dos abadas também. Aí vieram me perguntar se vai haver carnaval esse ano, já que em 2013 não houve – coisa jamais vista nos últimos anos. Até agora a PMU não se manifestou em relação à festa, portanto, acredito que teremos sim um carnaval nos moldes do que aconteceu no ano passado.


A expectativa é de que nos próximos dias a PMU comece a divulgar a programação, pois deixar para última hora vai criar mais uma vez o clima de incerteza nos foliões, comerciantes e população em geral. 

5 de janeiro de 2015

Filhos de Caindinha apontam para motivo da ausência de Ibinha na posse de Carlinho

Muitos amigos, leitores e pessoas que acompanham a política local me perguntaram sobre o motivo do novo vice-presidente da Câmara, vereador Ibinha, não ter participado da cerimônia de posse da nova diretoria da casa, que conta com o vereador Carlos César (Carlinho) como novo presidente. Olha, o motivo eu realmente não sei e, quem deve explicar deve ser o vereador Ibinha, se é que tem necessidade dele explicar também. 

Rumores, volto a repetir, rumores dão conta de que o vereador Ibinha está insatisfeito com o novo presidente em virtude de ter tido um “acordo” para uma possível renúncia do mesmo e Ibinha assumir no segundo ano de mandato. O problema é que Carlos César, depois de eleito, teria deixado claro que irá cumprir seus dois anos, portanto, quebraria o acordo e daria uma chamada rasteira em Ibinha.

Claro que isso são boatos, nada de oficial, até mesmo em virtude de isso ser uma manobra política e não constar nos trâmites legais do regimento da Casa. Agora, o relacionamento dos vereadores citados não está bom faz tempo. Nos bastidores da Câmara, circula informação do clima pesado entre ambos e os motivos sempre rumam para essa questão da quebra de compromisso.


De toda forma, Carlos César foi eleito e nada o impedirá de tirar seus dois anos de mandato, ainda mais dando o último ano de graça para um concorrente na próxima eleição. Besta é quem acreditou num acordo desses. Por isso que duvido que isso tenha acontecido.

2 de janeiro de 2015

Perdemos mais um ano

O ano de 2014 passou e com ele a lembrança de uma Upanema que perdeu mais uma oportunidade de crescimento. Nada de positivo, nada que possamos comemorar, nada de avanço em nenhuma área. Em algumas áreas até regredimos. Ficamos na mesmice.

O que nossas autoridades, o que nossos representantes fizeram de futuro para os nossos filhos, nossa sociedade? Lamentável!


Esperamos que 2015 seja um ano de mais lucidez, trabalho e força para nossas autoridades. Que Deus as ilumine e mostre os caminhos para o trabalho em prol de Upanema. 

Bem na foto

O ano começou e nosso amigo vice-prefeito Juninho continua bem na foto. Já tínhamos dito aqui que Juninho é da escolinha de Sandra Rosado, onde aparecer bem nas fotos com as autoridades é uma das matérias que constam na grade curricular da mesma.



Juntamos duas novas fotos de Juninho em eventos recentes, na inauguração da BR-110 com a mão no ombro do Ministro e na posse do novo presidente da Câmara de Mossoró, Jório Nogueira. Tendo foto, é com Juninho mesmo!