RADIO SABORES DA SERRA

27 de janeiro de 2017

A NOVA JUSTIÇA BRASILEIRA

A descrença na Justiça brasileira por parte da população, existe e, é enorme. Muitas vezes em virtude de leis elaboradas por políticos que não pensam no coletivo, outras vezes pela influência de setores da sociedade que não querem mudanças nos privilégios e grande parte por falta de atualização das leis para nos adaptarmos ao mundo em que vivemos hoje. Ou seja, lei retrograda, do século passado, ainda vigora para tentar resolver problemas que não existiam na época em que foram criadas. Dentro desse contexto a Justiça sofre também pela falta de “efetivo” e a burocracia existente no país. Tudo isso facilita a vida de quem deve a Justiça e ver meios de burlar, ou até mesmo procrastinar os processos contra os mesmos, na maioria dos casos, políticos e empresários que se utilizam de bons advogados para encontrar as chamadas brechas da lei. Tem também os casos de corrupção do judiciário, que existem, mas são minoria, na minha opinião não é regra.

A triste realidade acima citada, aos poucos está sendo combatida por juízes e promotores que resolveram fazer diferente, quer dizer, diferente não: fazer o que tem que ser feito mesmo. Com coragem e determinação, estão motivando outros colegas e estão encontrando amparo na sociedade para fazer cumprir a lei e passar a limpo o que há de errado no Brasil. 

Jamais vimos tamanha atenção para a morte, mesmo que trágica, de um Ministro do Supremo. Jamais vimos tamanho interesse no trabalho de um juiz como Sérgio Moro e dos promotores da operação Lava Jato. Tudo fruto de um trabalho sério e corajoso. De pessoas que não escolheram ficar no "comodismo judicial" (criei isso agora).

Hoje, vemos ex-governadores, senadores, deputados, prefeitos, vereadores, mega- empresários presos. Isso era inimaginável até um dia desses! A operação Lava Jato é o ícone dessa "nova justiça", que na verdade deveria ser normal e não ter tanta divulgação para o fato que nada mais é que o cumprimento da lei. Mas, ainda bem que começou esse movimento.

Como disse anteriormente, isso é fruto de uma nova safra de juízes e promotores. Quando digo novo, não é só no sentido da idade ou do tempo de magistratura, mas novo no conceito de que é possível sim fazer justiça contra poderosos políticos e empresários que se acham no direito de comprar as pessoas para obter acesso ao poder e assim, através de um círculo vicioso, permanecer intocável diante de crimes eleitorais, administrativos e casos de corrupção.


Os novos representantes da Justiça tem o dever de continuar com esse trabalho, pois a sociedade já deu provas de que apoia e quer que essa fase não seja passageira. E, mesmo que a maioria da sociedade fosse conivente, a Justiça tem que ser feita de forma imparcial, para que abra os olhos da nova geração que surge e começa a ver que o jeitinho brasileiro, a compra de votos, a troca de favores, a propina, são sim crimes combatidos pela Justiça e não algo habitual e permissível, como se fosse parte natural da cultura de nossa sociedade. Sempre lembrando que estarão apenas fazendo o que é certo. Nada demais!

17 comentários:

Anônimo disse...

Não mude de assunto. Quem vai ser o candidato dos bacurais daqui a 4 anos? O meu, já estou pedindo votos: Higor\2020. Se arroche para levar outra traulitada.

Anônimo disse...

Higor,milivi!!!!!!!

Anônimo disse...

Que piada. Homem se enxerga. Kkkkk

Anônimo disse...

De 2000 a 2012 vc não falava dessa forma bacural.

Anônimo disse...

Candidato dos bacuraus já ta se vendo que tem de sobra, pois nessa campanha se viu isso, um candidato que até então não tinha se candidatado a nada e sem dinheiro lutou de igual para igual contra um candidato com a máquina pública, mais já está se vendo que vocês estão sem candidato para 2020. Kkkkkk eu estou achando cedo demais para esse sofrimento todo. Mais aqui vai uma dica: Que tal Igor mesmo!

Anônimo disse...

Será que essa nova justiça não vai controlar a venda de bebidas alcoólicas nas praças e canteiros de nossa cidade, pois vejo com tristeza nossas crianças sem poder brincar nas praças com uma bicicleta pois sabemos que bicicleta de criança é um brinquedo, mais são essas mesmas praças que certos cidadãos colocam mesas e cadeiras para vender bebidas alcoólicas, não é também diferente nos canteiros, acho isso um grande incentivo para nossas crianças, jovens e adolescentes. Cadê as autoridades que não estão vendo isso, até o mercado público ta mais parecendo um bar. Nunca vi tanta falta de respeito com as pessoas que não bebem, fica até difícil ir com a família até o mercado público.

Anônimo disse...

Vamos deixar de piada anônimo. Kkkkkk

Anônimo disse...

Esse anônimo que pede pra desocupar os canteiros pra andar de bicicleta está por fora, ou quer aparecer, existe uma lei no município que não pode andar de, bicicleta, patins e outros, você deve ser um dos que não bebe na frente dos * outros *

Anônimo disse...

As crianças não podem brincar nos espaços públicos, mais os alcoólatras podem usufruir desses espaços. Essa lei chibata só existe aqui. Esses vendedores de bebidas tem alvará para vender nas praças?

Anônimo disse...

Se nos espaços públicos tem uma lei que proíbem: Patins, skate, velocípedes e bicicletas infantis, só resta uma opção é a venda de bebidas alcoólicas e drogas. Agora precisamos saber onde essas crianças vão brincar, já que nas ruas correm um grande risco já que vai dividir o espaço com os condutores de veículos, muitas vezes embriagado ou com pouca experiência em direção.

Anônimo disse...

DISFARCE

Anônimo disse...

Também acho que é um disfarce! Além de espetinho e bebidas alcoólicas ali tem algo mais.

Anônimo disse...

O direito é de todos, acho que deve ser liberado tanto para quem quer se divertir com bicicleta e com a bebida porque! O espaço é público, não devemos ser egoísta, faça sua diversão dá forma que lhe satisfaz. Me parece que quem está reclamando, usa a POLÍTICA, como arma de vingança, ser adversário, não quer dizer que não somos pelo menos, conterrâneos, sejamos CRISTÃOS, independente dá igreja que frequentamos.

Anônimo disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKK

Anônimo disse...

O que se passa na cabeça desse blogueiro, ou pode ser devido ao seu corrido tempo, não publicar a quase um mês!? Estamos com saudade dos seus importantes relatos da nossa vida cotiana, principalmente a política, os quais os faz com propriedade!!

Anônimo disse...

Que foi, abandonou mesmo o blog? Vai nos deixar sem notícias. Era o blog que eu mais gostava, todos os dias eu dou uma olhada e nada de novo.

Anônimo disse...

Mídia muda, falta o que senhores, assunto tem de ruma.